Lançamento: Curso de Ciências Humanas para Redação

Ave!

Olá, tudo bem?

Se você é estudante do ENEM, de concursos públicos ou de outros vestibulares que exigem a redação como um dos critérios de avaliação e precisa mandar muito bem neste quesito, recomendo a leitura deste artigo até o final, para ficar por dentro da novidade que o Estratégia Concursos e o Estratégia ENEM prepararam para contribuir ainda mais com seus estudos. Trata-se de curso inédito, direcionando reflexões e pesquisas de diversos teóricos das ciências humanas para a redação.

Antes de apresentar o curso, conheça um pouco da minha trajetória neste pequeno vídeo:

Como surgiu o curso de Ciências Humanas para Redação?

Ao longo deste ano, vários concurseiros entraram em contato comigo pedindo indicação de conceitos, sugestões de teóricos, livros, revistas e artigos que lhes pudessem ajudar numa melhor fundamentação de seus argumentos – a maioria preocupados com a “toda-poderosa” banca FCC! rsrs Além dos concurseiros, vários alunos do ENEM mostraram dificuldades em desenvolver o raciocínio argumentativo e em propor as famosas intervenções sociais.

Geralmente, as bancas solicitam do candidato a produção de um texto dissertativo-argumentativo sobre um tema da realidade brasileira, o qual ganha relevância ou destaque em nossa sociedade nos mais diversos aspectos: científico, cultural e político.

Nesse tipo de produção, é exigido do candidato a apresentação de uma tese, isto é, uma opinião a respeito do tema proposto que aparecerá logo no início da redação (introdução). Essa tese deverá ser defendida e apoiada em argumentos consistentes, bem fundamentados. No caso específico do ENEM, na conclusão, o candidato precisa apontar detalhadamente duas propostas de intervenção social.

Embora não seja exigido na maioria das provas de concursos e de outros vestibulares, a proposta de intervenção social pode ser utilizada em suas considerações finais (conclusão). Aliás, eu até recomendo, porque mostra para a banca que além de refletir sobre o tema, você se preocupou em apontar possíveis soluções, exercendo o pensamento crítico e a cidadania.

Uma dica de ouro, que pode salvar muitas redações, é que o seu texto precisa, obrigatoriamente, respeitar os Direitos Humanos – isso é a base de nossa Constituição Federal de 1988, que em todo o seu texto fortalece o princípio da dignidade humana.

Redação = Tema -> Tese -> Argumentos -> Propostas de Intervenção

No ENEM, a redação tem um peso importantíssimo na nota final do candidato, porque é a única que não segue a Teoria de Resposta ao Item (T.R.I), ou seja, é mais do que essencial mandar bem na redação, é uma questão de sobrevivência! rsrs Já em concursos e em outros vestibulares, a redação também é importante, uma vez que é, na maiorias dos casos, critério de classificação para uma próxima etapa.

No ENEM são exigidas 5 competências, cada uma é avaliada em até 200 pontos, num total de 1.000 pontos. Na verdade, de uma forma ou de outra, essas competências aparecem e são cobradas em outras seleções. São elas:

Qual é objetivo do curso?

Contribuir, especificamente com as competências 2 (aplicação de conceitos das várias áreas do conhecimento), 3 (selecionar fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista) e 5 (elaborar propostas de intervenção) apontadas na tabela acima.

Dessa forma, o curso de Ciências Humanas tem como objetivo atender as necessidades de estudantes do ENEM, de Concursos e de Vestibulares, apresentando fundamentação teórica para a construção de argumentos e de considerações finais ou intervenções sociais (soluções), para a problemática levantada no tema da redação, por meio da aplicação de conceitos e reflexões de pensadores das Ciências Humanas.

Eu sei que, provavelmente, você já está curioso para conhecer o curso! Ok, não vou ser maldoso. Para aqueles que têm certa crise de ansiedade, segue o hiperlink do curso:

CIÊNCIAS HUMANAS PARA REDAÇÃO

Para quem é destinado o curso?

Como eu disse anteriormente, estudantes de Concursos, do ENEM e de Vestibulares. Pode também ser útil simplesmente àqueles que querem ter acesso a um conhecimento geral, sistematizado e qualitativo.

Como você irá aprender?

São 13 videoaulas, nas quais serão apresentados os principais conceitos de cada teórico – são mais de 20 pensadores que iremos ter contato! Também vamos debater temas da atualidade e analisar possíveis propostas de intervenção social.

O que você vai aprender?

Muitas coisas! Saca só!

Data Aula Tema
07/08

00

Aula

Demonstrativa

Apresentação do Curso

 

Mobilidade Urbana no Brasil

14/08 01

Pensamento Liberal Clássico

Autores de referência: John Locke, Adam Smith e Ludwig Von Mises

21/08 02

Sistema Carcerário no Brasil

Autores de referência: Michel Foucault e Loic Wacquant

28/08 03 Autores Clássicos: Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber
04/09 04

Direitos Humanos e Cidadania

Autores de referência: Thomas Marshall e José Murilo de Carvalho

11/09 04 A Sociologia de Pierre Bourdieu
18/09 05 A Leitura no Brasil: é possível construir um país de leitores?
25/09 06 Zygmunt Bauman: sociedade líquida ou modernidade líquida
02/10 07 Combate à LGBTTIfobia e Sociedade Heteronormativa
09/10 08 Discriminação e Desigualdades raciais: Brasil e E.U.A
16/10 09

Pensamento Social Brasileiro I: Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda e Caio Prado Jr.

 

23/10 10 Pensamento Social Brasileiro IV: Jessé Souza
30/10 11

Donald Trump

Guerra na Síria

Quer um “aperitivo”?

A aula demonstrativa estará disponibilizada no dia 07/08, mas você pode ter uma ideia lendo o artigo que escrevi sobre Mobilidade Urbana em abril deste ano. 

Vou irá esclarecer minhas dúvidas ao longo do curso?

Claro! Além do fórum de dúvidas, você poderá entrar em contato comigo por e-mail ([email protected]), pelo Facebook, Instagram (profraphaelreis) ou YouTube, para trocarmos ideias e reforçar algumas sacadas ou dicas. Saiba que estou desde já à sua disposição.

Sem mais delongas, conheça o Curso de Ciências Humanas para Redação e compartilhe com os seus amigos! 

CIÊNCIAS HUMANAS PARA REDAÇÃO

Abraços,

Prof. Raphael de Oliveira Reis